Visitantes

contador de acesso grátis

quarta-feira, 30 de março de 2011

PULAR CORDA! UMA MANEIRA DIFERENTE DE QUEIMAR AS GORDURINHAS

Faça um teste para saber o tamanho da sua corda: com os pés unidos, pise no centro do acessório e estique-o. As extremidades devem ficar na altura de seu tórax. Se não tem familiaridade com o exercício, execute os movimentos sem a corda antes de colocar a aula em prática.
Não precisa flexionar demais as pernas nem pular alto - só o suficiente para a corda passar. Para girá-la, use os pulsos (e não os ombros). Caso contrário vai forçar demais os braços. Escolha um tênis adequado para não prejudicar as articulações. É bom que tenha amortecimento na parte dianteira e no calcanhar.



Monte sua sessão

A sessão é em forma de circuito: no intervalo dos exercícios com corda, você vai caminhar rápido por 1 minuto. Ao final, repita a sequência:

•Séries de 20 saltos + 1 minuto de caminhada rápida.
•Repita 5x
•Faça um intervalo de 40 segundos entre as séries
•Faça 10 treinos em dias alternados

Ao final desta sequência você terá perdido aproximadamente 1000 calorias.

Então VAMOS PULAR!!!!!!!

terça-feira, 29 de março de 2011

Será que vai dar tempo

Não deixe para amanhã!
Amanhã pode ser muito tarde para você dizer que ama, para você dizer que perdoa, para você dizer que desculpa, para você dizer que quer tentar de novo.
Amanhã pode ser muito tarde para você pedir perdão, para você dizer: Desculpe-me, o erro foi meu!
O seu amor, amanhã, pode já ser inútil.
O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso.
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada.
A sua carta, amanhã, pode já não ser lida.
O seu carinho, amanhã, pode já não ser mais necessário.
O seu abraço, amanhã, pode já não encontrar outros braços.
Porque amanhã pode ser muito... muito tarde!
Não deixe para amanhã, dizer: Eu amo você!  Estou com saudades de você! Perdoe-me!  Desculpe-me!
Não deixe para amanhã o seu sorriso, o seu abraço, o seu carinho, o seu trabalho, o seu sonho, a sua ajuda.
Não deixe para amanhã, perguntar: Por que você está triste?  O que há com você?  Cadê o seu sorriso?
Ainda tenho chance? Já percebeu que eu existo?  Estou com você.  Sabe que pode contar comigo?
Lembre-se: Amanhã pode ser tarde...muito tarde! Procure. Vá atrás! Insista!   Tente mais uma vez!
Só hoje é definitivo!  Amanhã pode ser tarde...

sexta-feira, 25 de março de 2011

Um presente para meus amigos.

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro.
A todas elas chamamos de. Há muitos tipos de amigos. Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles. O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e mãe. Mostram o que é ter vida.
Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros e nos trazem muitas alegrias.
Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora.
Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos pertos.
Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é que os que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria através das lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho.
Desejo a você, folha de, minha árvore. Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade.
Hoje e sempre . . . Simplesmente por que: Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.
Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso.

No dia do meu aniversário 26/03 eu é  quero dar um presente a todos que passaram e que continuam no meu caminho.
Sem amigos, não somos nada.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Recomeço

Recomeço é como renascer e ver o sol em um mundo de liberdade.

É crer que a vida se reanima diante de teus olhos fora da escuridão.
É saber que toda via tudo pode continuar.
Recomeço é como renascer da sombra de um passado que agora não conta mais.
É tornar-se simples, procurando nas pequenas coisas a felicidade.
É construir a cada momentoo teu amanha.
Recomeço é como dizer sim a vida para libertar-se e voar sobre o horizonte além do limite, onde a imaginação não tem medo.
É ver tua casa tornar-se grande como o mundo.
Recomeço é acreditar no amor e sentir que mesmo na dor a alma pode cantar e não conter-se jamais.

Vamos recomeçar sempre e nunca deixar nada para trás.

Como diz  Marco Aurélio:   Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça.

terça-feira, 22 de março de 2011

Como eu queria ser

VIDA, para fazer nascer os que estão morrendo...
SOL, para fazer brilhar os que não possuem Lua...
LUZ, para iluminar os que vivem na escuridão...
CHUVA, para correr toda a terra e molhar os campos secos e devastados...
LÁGRIMA, para fazer chorar os corações insensíveis...
VOZ, para fazer falar os que sempre se ocultaram...
CANTO, para alegrar os que vivem na tristeza...
LUAR, para brilhar na noite dos amores incompreendidos...
FLOR, para enfeitar os jardins no outono...
SILÊNCIO, para fazer calar as vozes que atordoam o coração do homem. ..
SINOS, para repicar nos Natais dos que possuem recordação amarga...
GRITO, para gritar a dor dos que sofrem no silêncio...
OLHOS, para fazer enxergar os cegos de Verdade...
FORÇA, para fugir dos que a utilizam para o mal...
SORRISO, para encantar os lábios dos amargurados...
SONHO, para colorir o sono dos realistas petrificados...
VEÍCULO, para trazer de volta os que partiram deixando saudades...
AMANHECER, para fazer um dia a mais de felicidade sobre a Terra...
NOITE, para acalentar os que lutam durante o dia...
AMOR, para unir as pessoas e lhes dizer que sou apenas uma delas... mas que com a fé tudo pode mudar.

Vamos tentar ser pelo menos 3 coisas por dia e assim poderemos mudar muita coisa em nossas vidas e nas dos que estão ao nosso lado.

sexta-feira, 18 de março de 2011

A árvore dos problemas

Esta é uma história de um homem que contratou um carpinteiro para ajudar a arrumar algumas coisas na sua fazenda.
O primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil. O pneu da seu carro furou e ele deixou de ganhar uma hora de trabalho. A sua serra elétrica quebrou, ele cortou o dedo, e finalmente, no final do dia, o seu carro não funcionou.
O homem que contratou o carpinteiro ofereceu uma carona para casa e, durante o caminho, o carpinteiro não falou nada.
Quando chegaram a sua casa, o carpinteiro convidou o homem para entrar e conhecer a sua família. Quando os dois homens estavam se encaminhando para a porta da frente, o carpinteiro parou junto a uma pequena árvore e gentilmente tocou as pontas dos galhos com as duas mãos. Depois de abrir a porta da sua casa, o carpinteiro transformou-se. Os traços tensos do seu rosto transformaram-se em um grande sorriso, e ele abraçou os seus filhos e beijou a sua esposa.
Um pouco mais tarde, o carpinteiro acompanhou a sua visita até o carro. Assim que eles passaram pela árvore, o homem perguntou por que ele havia tocado na planta antes de entrar em casa.

"Ah", respondeu o carpinteiro, "esta é a minha planta dos problemas.

"Eu sei que não posso evitar ter problemas no meu trabalho, mas estes problemas não devem chegar até os meus filhos e minha esposa. Então, toda noite, eu deixo os meus problemas nesta árvore quando chego em casa, e os pego no dia seguinte."

"E você quer saber de uma coisa? Toda manhã, quando eu volto para buscar os meus problemas, eles não são nem metade do que eu me lembro de ter deixado na noite anterior..."

segunda-feira, 14 de março de 2011

Não pode faltar

Bastante felicidade para manter-se doce.

Bastantes dificuldades para manter-se forte.

Bastante esperança para manter-se feliz.

Bastantes fracassos para manter-se humilde.

Bastante êxito para manter seus sonhos.

Bastantes amigos para consolá-lo.

Bastante riqueza para ter o que precisa.

Bastante entusiasmo para esperar com ilusão.

Bastante fé para superar as depressões.

Bastante determinação para fazer cada dia melhor que o anterior.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Abraço

Porque são inúmeras as vantagens de um ABRAÇO:

- produz calor: sempre aquece o coração
- tem efeitos duradouros
- preenche espaços vazios em nossas vidas
- torna os dias mais felizes
- torna aceitáveis os dias impossíveis
- faz a gente se sentir bem
- abre passagem para os sentimentos
- constrói a auto-estima
- alivia a tensão;
- afirma a nossa natureza física
- contribui fundamentalmente para a saúde,
tanto física quanto emocional.

Além disso:

- não requer equipamento nem ambientação especial:
- qualquer lugar é lugar para um abraço:
- é só abrir os braços e o coração
- é ecologicamente benéfico, não prejudica o meio ambiente
- é democrático, todos podem abraçar
- é universal, em qualquer língua é sempre compreendido.

O abraço é, em suma, um método simples de oferecer apoio, cura e crescimento, e todos tem capacidade natural para compartilhar abraços maravilhosos.

Não existe um mau abraço, somente bons e ótimos abraços...
Abraços são dietéticos e não causam câncer ou cáries...
Abraços são totalmente naturais, sem preservativos, ingredientes artificiais ou pesticidas...
Abraços são: livres de colesterol, adoçados naturalmente, 100% disponíveis na natureza e são totalmente recicláveis...
Abraços são excepcionalmente efetivos no tratamento de problemas como: pesadelos ou depressão da segunda-feira...

Nunca deixe para amanhã se você pode abraçar alguém hoje, porque, quando você dá um abraço a alguém,
no mesmo instante você recebe um de volta!

É a forma perfeita de mostrar o que as palavras não conseguem dizer.

sexta-feira, 4 de março de 2011

A espiritualidade do Carnaval

Carnaval é uma grandiosa cosmovisão universalmente popular de milênios passados... é o mundo às avessas”. (Bakhtin, 1970) O carnaval realizado no Brasil é a maior festa popular do mundo. Grande parte dos foliões brasileiros, no entanto, não conhecem as origens e as implicações dessa festa. Pensa-se que o carnaval é uma brincadeira típica do Brasil, mas várias cidades do mundo como Nice (França), Veneza (Itália), Nova Orleans (EUA), dentre outras, também a celebram anualmente. O carnaval, para surpresa de muitos, é um fenômeno social anterior à era cristã. Assim como atualmente ela é uma tradição em vários países, na antiguidade, o carnaval também foi praticado por várias civilizações. No Egito, na Grécia e em Roma, pessoas de diversas classes sociais se reuniam em praça pública com máscaras e enfeites para desfilarem, beberem vinho, dançarem, cantarem e se entregarem as mais diversas libertinagens. A diferença entre o carnaval da antiguidade para o de hoje é que, no primeiro, as pessoas participavam das festas mais conscientes de que estavam adorando aos deuses. O carnaval era uma prática religiosa ligada à fertilidade do solo. Era uma espécie de culto agrário em que os foliões comemoravam a boa colheita, o retorno da primavera e a benevolência dos deuses. No Egito, os rituais eram oferecidos ao deus Osíris, por ocasião do recuo das águas do rio Nilo. Na Grécia, Dionísio, deus do vinho e da loucura, era o centro de todas as homenagens, ao lado de Momo, deus da zombaria. Em Roma, várias entidades mitológicas eram adoradas, desde Júpiter, deus da urgia, até Saturno e Baco. Na Roma antiga, o mais belo soldado era designado para representar o deus Momo no carnaval, ocasião em que era coroado rei. Durante os três dias da festividade, o soldado era tratado como a mais alta autoridade local, sendo o anfitrião de toda a orgia. Encerrada as comemorações, o “Rei Momo” era sacrificado no altar de Saturno. Posteriormente, passou-se a escolher o homem mais obeso da cidade, para servir de símbolo da fartura, do excesso e da extravagância.
Com a supremacia do cristianismo a partir do século IV de nossa era, várias tradições pagãs foram combatidas. No entanto, a adesão em massa de não-convertidos ao cristianismo, dificultou a repressão completa. A Igreja foi forçada a consentir com a prática de certos costumes pagãos, muitos dos quais, cristianizados para evitar maiores transtornos. O carnaval acabou sendo permitido, o que serviu como “válvula de escape” diante das exigências impostas aos medievos no período da Quaresma. Na Quaresma, todos os cristãos eram convocados a penitências e à abstinência de carne por 40 dias, da quarta-feira de cinza até as vésperas da páscoa. Para compensar esse período de suplício, a Igreja fez “vistas grossas” às três noites de carnaval. Na ocasião, os medievos aproveitavam para se esbaldar em comidas, festas, bebidas e prostituições, como na antiguidade. Na Idade Média, o carnaval passou a ser chamado de “Festa dos Loucos”, pois o folião perdia completamente sua identidade cristã e se apegava aos costumes pagãos. Na “Festa dos Loucos”, tudo passava a ser permitido, todos os constrangimentos sociais e religiosos eram abolidos. Disfarçados com fantasias que preservavam o anonimato, os “cristãos não-convertidos” se entregavam a várias licenciosidades, que eram, geralmente, associadas à veneração aos deuses pagãos.
Com a chegada da Idade Moderna, a “Festa dos Loucos” se espalhou pelo mundo afora, chegando ao Brasil, ao que tudo indica, no início do século XVII. Trazido pelos portugueses, o ENTRUDO – nome dado ao carnaval no Brasil – se transformaria na maior manifestação popular do mundo, numa das maiores adorações aos deuses pagãos do planeta e, por tabela, na maior apologia a prostituição apoiada pelo Estado. Você vai participar do Carnaval?